Já tenho um negócio mas ainda não tenho AVCB: o que fazer?

Atualizado: 3 de jan.




Uma das principais preocupações dos responsáveis por locais projetados para receber pessoas (sejam colaboradores, clientes, convidados, etc) deve ser a elaboração da estrutura de Segurança contra Incêndio e Pânico. Não apenas pela obrigação legal, que é exigida pelo Corpo de Bombeiros de cada estado, mas também pela real necessidade de se pensar em meios de se evitar ou minimizar os dados causados por incidentes que envolvam o fogo.


Tendo em vista que esta é uma obrigação legal e moral do empreendedor ou líder do local, fica a dúvida: qual o primeiro passo a ser dado?


A legislação contendo obrigações relativas ao projeto de prevenção a incêndio e pânico são elaboradas pelo corpo de bombeiros de cada estado, portanto, havendo pequenas variações nas normas de cada região. Todavia, são variações que, em geral, não mudam muito a estrutura e exigências de um Projeto de Combate a Incêndio.


Em primeiro lugar, é preciso entender que o AVCB (auto de vistoria do corpo de bombeiros) é documento muitas vezes solicitado pela prefeitura de sua cidade para obtenção do alvará de funcionamento. Caso não seja obrigado, informe-se junto ao Corpo de Bombeiros da sua cidade sobre as necessidades do seu estabelecimento. Muitas vezes, estabelecimentos com baixo risco de incêndio são isentos do AVCB, mas, como dito anteriormente, é crucial verificar a exigência para seu tipo de estabelecimento junto à prefeitura de sua cidade e o corpo de bombeiros.


Partindo do pressuposto que seu estabelecimento necessita do AVCB, é importante que você procure uma empresa especializada no assunto e credenciada pelo Corpo de Bombeiros do seu estado. É muito importante analisar o histórico de atividades dessa empresa e se ela possuí, em seu quadro de funcionários, engenheiros com atribuição necessária para o serviço (consultar atribuição junto ao CREA de seu estado).


Dessa forma, você receberá todas as orientações necessárias para a regularização do seu estabelecimento. O processo pode envolver envio de Projeto Técnico ao Corpo de Bombeiros, execução de obras desde as mais simples como instalação de extintores de incêndio e sinalização de emergência, até mais elaboradas, como instalação de sistema de hidrantes e chuveiros automáticos.


É crucial seguir as recomendações dadas pelo Corpo de Bombeiros do seu estado para evitar maiores transtornos.


Caso haja qualquer dúvida sobre o assunto, entre em contato conosto através do e-mail gustavosordi@multiengenharia.site com o título "Dúvidas sobre o AVCB". Responderemos o mais rápido possível!

5 visualizações0 comentário